Comer & Beber 2013-2014: melhor restaurante variado

"por Arnaldo Lorençato e Helena Galante" Em poucos restaurantes da cidade se encontrará um cardápio tão personalizado quanto o do ChefVivi. Seu menu é uma espécie de impressão digital de Viviane Gonçalves, eleita no ano passado chef revelação por VEJA SÃO PAULO. Nele, não há espaço para a rotina: os pratos são, de fato, renovados todo dia. Trata-se de um processo que exige muito esforço de Viviane, paulista de São José dos Campos que foi uma das sócias do badalado restaurante Alameda, em Pequim. Ela não arreda pé do fogão e raramente sai de férias (“Tiro só uns dias”, costuma dizer). Viviane anota em um quadro na parede da cozinha o que servirá no almoço e no jantar do dia seguinte. Essas sugestões demoram a reaparecer. Se der sorte, você encontrará o polvo crocante com arroz negro, pimenta dedo-de-moça e brotos orgânicos (R$ 79,50). Repetição mesmo só na sobremesa, composta com frequência de uma degustação de musse de chocolate amargo, pavê de amêndoas, telha com espuma de coco e baba de moça e creme brûlé (R$ 25,00). Esse capricho também se vê no almoço executivo (R$ 44,00). Entre as entradas do meio-dia, deixa saudade a deliciosa bisque de camarão pequeno. Em tempo: como há poucos lugares na casa, é preciso reservar. Preços checados em 06 de novembro de 2013.

Veja a matéria